A Gerra dos Tronos – George R. R. Martin

capa-guerradotronosTítulo: A Guerra dos Tronos – As Crônicas de Gelo e Fogo – vol.1
Autor: George R. R. Martin
Tradução: Jorge Candeias
Editora: Leya
Páginas: 1033
ISBN:978-85-8044-626-5 (pocket)

Sinopse
Em A Guerra dos Tronos, o primeiro livro da aclamada série As crônicas de Gelo e Fogo, George R. R. Martin – considerado o Tolkien americano – cria uma verdadeira obra de arte, trazendo o melhor que o gênero pode oferecer.

Uma história de lordes e damas, soldados e mercenários, assassinos e bastardos que se juntam em um tempo de presságios malignos. Cada um esforçando-se para ganhar este conflito mortal: a guerra dos tronos. Mistério, intriga, romance e aventura encherão as páginas deste livro, agora também um blockbuster da HBO!

[informação retirada daqui <– ]

— — —

Resenha
Ok, então, não resisti ao apelo e comecei a ler as Crônicas de Gelo e Fogo. Posso dizer com segurança que vou demorar para acabar, já que são 5 livros com mais de 1000 páginas (pelo menos na versão pocket que eu comprei) e eu infelizmente não posso me dar ao luxo de ficar lendo o dia inteiro (embora eu quisesse).
Então. Game of Thrones ou Guerra dos Tronos, em português. Hmm.

Eu já sabia da existência desses livros há um certo tempo, mas sempre pensava (julgando o livro pela capa, haha) que se tratava de mais uma sequência de baixa qualidade, alardeada para extorquir as pessoas que gostam de ler.
Daí teve todo aquele bafafá quando a HBO anunciou que ia produzir uma série baseada/inspirada nos livros. Novamente, eu pensei cá com meus botões “que coisa mais sensacionalista, deve ser bem meia boca mesmo”.

Só que aconteceu uma daquelas coisas que às vezes acontecem…

Continue reading →

Anúncios

A Revolução dos Bichos – George Orwell

a-revolucao-dos-bichosTítulo: A Revolução dos Bichos
Autor: George Orwell
Tradução: Heitor Aquino Ferreira
Editora: Companhia das Letras
Páginas: 112 + Posfácio e dois apêndices, totalizando 147 páginas.
ISBN: 978-85-359-0955-5

Sinopse

Cansados da exploração a que são submetidos pelos humanos, os animais da Granja do Solar rebelam-se contra seus donos e tomam posse da fazenda, com o objetivo de instituir um sistema cooperativo e igualitário, sob o slogan “Quatro pernas bom, duas pernas ruim”.
Mas não demora muito para que alguns bichos – em particular os mais inteligentes, os porcos – voltem a usufruir de privilégios, reinstituindo aos poucos um regime de opressão, agora inspirado no lema “Todos os bichos são iguais, mas alguns são mais iguais que outros”. A história da insurreição libertária é reescrita de modo a justificar a nova tirania, e os dissidentes desaparecem ou são silenciados à força.
Instrumentalizada na época da Guerra Fria como arma anticomunista, A Revolução dos Bichos transcende os marcos históricos da ditadura stalinista que a inspirou e resplandece hoje, passados mais de sessenta anos de seu surgimento, como uma das mais extraordinárias fábulas sobre o poder que a literatura já produziu.

Obs.: Esta sinopse foi retirada da edição da Companhia das Letras. Porém, achei bastante interessante também um resumo que encontrei no site da própria editora.

Resenha

A Revolução dos Bichos é um livro genial, de autoria do escritor George Orwell. É aquele mesmo que escreveu a obra “1984” (que um dia será lida e resenhada!).
Digo que este livro é genial, pois apresenta uma sátira atemporal de governos totalitários e tirânicos, explicitando a forma como nascem e como se desenvolvem dentro de uma determinada coletividade.

cabeca_bichos
Na verdade, segundo o próprio autor, a história é uma sátira direcionada à Revolução Russa, e os personagens principais seriam representações figurativas de Stálin, Trótski e Karl Marx. Porém, como não tenho qualquer autoridade para me arriscar a falar sobre este evento histórico, eu imagino o livro como uma paródia genérica, com requintes cômicos, a respeito do sistema totalitarista e ditatorial de governo.
Sem mais delongas, vou tentar traduzir a ideia do livro…
Sr. Jones era o fazendeiro proprietário da Granja do Solar, e “possuía” vários animais que viviam à serviço de sua família. Num belo dia, um porco chamado Major, que estava nos seus últimos dias de vida, convocou uma assembleia geral dos bichos da Granja do Solar e lhes deixou uma mensagem: os animais deveriam se unir, tomar as rédeas da fazenda, e deixar de servir aos seres humanos e à sua tirania. Continue reading →