Viagem ao Centro da Terra – Julio Verne

Viagem_ao_Centro_da_TerraTítulo: Viagem ao centro da Terra
Autor: Julio Verne
Tradução: Abílio Costa Coelho
Editora: Martin Claret
Páginas: 210
ISBN: 978-85-7232-497-6

Chato.

Se eu tivesse que resumir em uma só palavra este livro, diria apenas isso. Chato. É incrível como 210 páginas podem parecer duas mil! Que suplício terminar este livro!

O.K., passado o desabafo, acho que tenho que resenhar esta obra… aí vai!

O professor e geólogo Otto Lindenbrock é um chatão de galocha (começamos bem, hein!). Um homem impaciente e desagradável, que descobre, com a ajuda forçada de seu sobrinho Axel, um manuscrito do século XVI pertencente a um alquimista islandês chamado Arne Saknussen.

viagem-ao-centro-da-terra-1

No manuscrito, o islandês revela ter feito uma expedição ao centro da Terra. O professor Lindenbrock, então, fica encantado com a ideia, e obriga seu sobrinho a acompanhá-lo nesta viagem fantástica e perigosa.

Os dois vão para a Islândia, e lá contratam um guia, o Sr. Hans Bjelke, que é, na minha opinião, a grande estrela do livro. Cara, se não fosse Hans, este livro acabaria antes dos dois protagonistas chegarem no vulcão. De acordo com os meus cálculos estimados, se Hans não salvasse a vida do professor e de Axel, eles teriam morrido no mínimo umas cinco vezes cada um. Hans é tipo o Bear Grylls do século XIX: ele sobrevive com pouca comida, pesca, constrói jangadas, rema (e faz tudo isso sozinho enquanto os outros dois vagabundos descansam!!!!), e salva o dia, todos os dias.

Os três partem em busca de aventura, e passam inúmeros dias para conseguir atingir a entrada para o centro da Terra, que fica supostamente aos redores do vulcão islandês Sneffels.

Então, depois de umas 150 páginas de enrolação, os três entram no centro da Terra e se espantam com várias maravilhas que lá habitam. Eles veem animais pré-históricos, homens da caverna e até um oceano. No final, são expelidos do centro da Terra numa erupção vulcânica na Itália – e não morrem!!! Essa história tá muito mal contada…

É isso. Não quero me prolongar nesse livro chato.

Enfim, numa primeira visão, pode parecer divertido ler sobre esta fantasia toda; desvendar os mistérios que habitam o meio da Terra e tudo mais…

O problema é que, das 210 páginas que li, umas 150 narravam o início da aventura (que é um saco); outras 30 tratavam apenas de descrições de rochas (xisto, basalto, feldspato, estalagmite, estalactite, quartzo…), porque o Lindenbrock stalactite-stalagmiteé geológo e o Axel é fascinado por pedra (devem ser usuários de crack! Isso explicaria a viagem…); e, por fim, sobram 20 páginas de pura aventura, que até são boazinhas…

O fato é que Viagem ao Centro da Terra é um clássico. Isto é indiscutível. A história é tão famosa que já se tornou filme, com adaptações, três vezes (em 1959, 2008 e 2012) e até desenho animado (em 1967).

Mas as razões para que se tornasse um clássico, isto sim, podemos discutir.

A única teoria que formulei, em conjunto com minha cara colega blogueira, é que o livro é antigo – datado de 1864 do século XIX -, e, para aquela época, deveria ser muito divertido ter uma viagem fantástica relatada com tantos detalhes. Aqui um mérito do nosso autor francês Julio Verne: o rapaz é bastante detalhista. Então, parabéns Julio Verne, você estragou uma leitura com tantos detalhes!

julio verne

Sem mais, não recomendo a leitura.

Se quiserem conhecer a história desta viagem, recomendo que procurem os filmes, que são mais agradáveis (aliás, acho que aqui no blog é a primeira vez que recomendo um filme ao invés de indicar o livro…. estranho).

Eis os trailers dos filmes:

* Filme (1969) http://www.youtube.com/watch?v=WF8Bf1d_crk

* Filme (2008) http://www.adorocinema.com/filmes/filme-111381/trailer-19311690/

* Filme (2012) http://www.youtube.com/watch?v=NPAJVcM5k_I

* Desenho (1967) http://www.youtube.com/watch?v=XtX0xvh6kL0

Anúncios

One Comment

Deixe um Comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s